É possível expressar mais amor

O que aconteceu com a humanidade que esqueceu como se ama o próximo?

Amo essa citação da querida Layde Lopes:


“Ficamos retendo o elogio, contendo o abraço, calando a admiração e afogando o amor que sentimos pelo outro. E somos algumas vezes, tão rápidos em magoar, ferir e criticar. Tudo passa tão rapidamente. Mudemos de atitude e expressemos o que sentimos sem medo, sem inibições. Temos tão pouco tempo”.

Falamos de amor, e esquecemos de vivê-lo. Desfrutar de todos os seus benefícios até conosco: esquecemos de nos ouvir, de cuidar da nossa mente, do nosso corpo, do nosso espírito, das nossas emoções... nos amarmos. E creio que devido ao fato da escassez de amor próprios, passamos a enxergar o outro com essa frieza e indiferença que tanto assusta.


Te convido a fazer uma autorreflexão:

  • Quantas pessoas ainda são invisíveis em seu convívio social e até familiar? Você consegue enxergar o outro, ser empático com o outro, se relacionar com o outro?

  • Quais as suas práticas diárias que demonstram amor?

  • Será que dou bom dia, que olho nos olhos, que me importo mesmo com quem felicito ou faço só a representação do “socialmente educado”.

  • Por que grito tanto, quando me aborreço?

  • O que me impulsiona a ir às redes sociais e comentar com a intenção de ferir, expor, denigrir, necessidade de rebaixar o outro, esquecendo que ao falar do outro, na verdade, falo mais de mim.

  • Como eu posso me posicionar sem ferir o outro e meus valores?

  • Aonde está doendo, o que preciso curar para viver mais leve?

  • Você possui amor próprio?


Expressar é sinônimo de: manifestar-se, expor, exteriorizar, dizer. Se tenho amor, não há como escondê-lo. Oferto ao outro o que tenho. Valorizo a importância do outro a partir da minha própria compreensão acerca do quanto a minha vida é importante.

Valorizo a vida do outro, se compreendo o valor que a minha tem.

O afeto é uma emoção presente no amor: amor de mãe, amor de pai, amor de filho, amor romântico. Essa emoção engrandece a alma e está diretamente relacionada ao carinho e ao prazer. O amor é um sentimento que faz alguém desejar o bem ao outro. Não há nada que nos faça sentir tão bem quanto o amor.

Saiba mais acerca de alguns benefícios que o amor traz para a saúde:

  1. Abraços fazem com que as pessoas se sintam bem e confortáveis: o hormônio ocitocina, responsável por criar apego e empatia entre pessoas é liberado em momentos de afeto, como um abraço bem apertado. A quantidade de ocitocina liberada em um abraço que dura entre 10 e 20 segundos pode amenizar dores, como as de cabeça.

  2. O simples ato de olhar uma foto de uma pessoa que você ama pode aumentar o limite de sua resistência e reduzir dores em até 40%, nos casos moderados, e 15%, em ocasiões graves.

  3. O cérebro humano associa a imagem da pessoa que amamos a uma distração agradável, que faz com que qualquer dor seja um pouco mais suportável. É um efeito semelhante à de um analgésico.

  4. O risco de doenças cardíacas a longo prazo é reduzido - estudos apontam que expressões de amor podem diminuir o ritmo cardíaco humano pela metade. O hormônio ocitocina é responsável por diminuir o estresse e regular a pressão arterial, com reflexos como redução da ansiedade e aumento da autoestima.

  5. Gestos relacionados ao amor, como andar de mãos dadas ou até atividade sexual, podem aumentar a produção de endorfina. O neurotransmissor em questão é conhecido como o “hormônio do bem-estar” - funciona como um analgésico interno e reforça o sistema imunológico.

  6. Pessoas doentes que passam a se sentirem amadas, respondem melhor a tratamentos e se sentem mais motivadas em combate a doenças.

  7. Os considerados “hormônios do amor” (ocitocina e endorfina) inibem a liberação de cortisol, composto responsável pelo estresse, aumentando o período de descanso, sendo muito eficientes para uma boa noite de sono.

O amor é benéfico, é transformador, é cura, é saúde. Encha-se de amor e expressá-lo vai ser consequência. Pois quanto mais me amo, mais sou capaz de amar o outro e me sentir merecedor de receber amor.

Por onde começar? Se amando.

Edigleide Rabelo


11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo